Teatro de Ferro

O Teatro de Ferro surgiu em 1999. Criado inicialmente como um rótulo para as criações de Igor Gandra e Carla Veloso, o projecto foi evoluindo gradualmente para a condição de estrutura profissional de criação. O trabalho da companhia tem sido desenvolvido no campo do teatro de e com marionetas e objectos. As relações, do corpo-intérprete com o objecto manipulado e a implicação de cada espectador na construção desta relação, são linhas de reflexão transversais à prática artística do Teatro de Ferro.

OBJETOTECA POPULAR ITINERANTE

Numa pequena praça, num largo ou num jardim, está instalado um dispositivo que evoca o universo dos vendedores ambulantes e do teatro de feira – uma carrinha branca está no centro desta instalação. A animar esta engenhoca que contém vários palcos de diferentes tamanhos, um circuito de vídeo que filma e projeta em tempo real (e mais umas quantas pequenas surpresas) está uma trupe familiar, mãe, pai e filha acompanhados por amigos e convidados especiais, por regra um(a) cientista e um(a) artista por apresentação.

Cidade: Porto

Direcção Artística: Carla Veloso e Igor Gandra

Texto, Dramaturgia e Concepção Cenográfica: Igor Gandra

Realização Plástica da Cenografia e Adereços: Eduardo Mendes

Artista Convidado: Gisela Matos ou Filipe Moreira

Vídeo: Teatro de Ferro, Carlota Gandra

Actores-manipuladores: Carla Veloso, Carlota Gandra, Eduardo Mendes, Gisela Matos ou Filipe Moreira, Igor Gandra

Operação de luz: Mariana Figueroa ou Renato Marinho

Registo Fotográfico: Susana Neves

Oficina de construção: Eduardo Mendes, Daniela Gomes, Matilde Gandra, Nádia Soares e José Simões


Idioma: Português

Duração:  50 min.

Público: M/12


JUNHO 2021

PÁTIO DO PALÁCIO DO VIMIOSO

Dia 1 (terça-feira) – 21H00

Dia 2 (quarta-feira) – 21H00

Dia 3 (quinta-feira) – 21H00